“QUARENTENA DA BOLA” EM DIRECTO

O presidente da SAD do Olhanense, Luís Torres, esteve em directo no QUARENTENA DA BOLA, juntamente com os seus homólogos do Vizela e do Alverca.

A página da autoria do jornalista Rémulo Jónatas visou, com este programa, promover o «debate e a reflexão que se impunham depois do anúncio de ontem, da Federação Portuguesa de Futebol».

Publicado em Uncategorized

OLHANENSE QUER JOGAR “PLAY-OFF”

O Olhanense, através de Luís Torres, defende que as promoções do Campeonato de Portugal  à 2.ª Liga devem ser decididas «em campo e a decisão da subida deve passar por um play-off com as melhores equipas, sejam elas quatro ou oito. A Federação Portuguesa de Futebol deve olhar para a meritocracia dentro do campeonato», segundo se pode ler nos sites do RECORD e de O JOGO.

No MAIS FUTEBOL pode ler-se ainda sobre as reacções de outros emblemas, como o Arouca (que sugere que os escolhidos sejam os dois clubes com melhor pontuação até à data do interregno) ou o Praiense (que entende que a FPF deveria abrir uma excepção e subirem os quatro primeiros classificados de cada Serie).

Publicado em Uncategorized

FPF SUSPENDE CAMPEONATO DE PORTUGAL

Tal como já tinha decidido para as competições das camadas jovens, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) entendeu «dar por concluídas, sem vencedores, todas as suas competições seniores que se encontram nesta data suspensas, não sendo atribuídos títulos nem aplicado o regime de subidas e descidas».

No entanto, no COMUNICADO pode ler-se ainda que aquele organismo «analisará e comunicará com a maior brevidade possível de que forma serão indicados os dois clubes que acedem à II Liga de futebol».

Além disso, a FPF vai criar um «fundo de apoio às associações e aos clubes de futebol e futsal das competições nacionais não-profissionais de seniores masculinos e femininos, no valor de 4,7 milhões de euros», cujas regras de acesso serão conhecidas em breve.

Publicado em Uncategorized

EX-OLHANENSES REGRESSARAM DO IRÃO

miguelteixeira_ruitavaresDois antigos jogadores e treinadores rubro-negros, Miguel Teixeira e Rui Tavares, que integravam a equipa técnica do 2.º classificado do campeonato iraniano, o Sepahan Isfahan FC, regressaram a Portugal.

Segundo se pode ler no DIÁRIO DE NOTÍCIAS, assim como noutros sites de jornais, «já estão no Algarve, depois de dois dias de viagem, e agora vão ficar 14 dias em quarentena num apartamento em Olhão disponibilizado pela câmara».

Rui Tavares, filho do igualmente ex-guarda-redes do Olhanense José Tavares (e neto de dois futebolistas dos anos 40 e 50, Manuel Tavares pelo lado paterno e Joaquim Januário pelo lado materno), já tinha concedido uma entrevista ao MAIS FUTEBOL na semana passada, na qual expressava a sua preocupação em permanecer num país bastante afectado pela pandemia COVID-19.

Miguel Teixeira foi um defesa central formado no FC Porto, que estreou como sénior no José Arcanjo, jogando de rubro-negro de 1992 a 1995 e depois ainda de 2003 a 2005 (chegou a capitanear a equipa na última subida à 2.ª Liga em 2003/04). Como treinador foi adjunto de Bruno Saraiva no Olhanense na parte final da temporada 2012/13 e, desde 2016, estava a trabalhar no Irão, sempre na mesma equipa técnica que Rui Tavares (que já lá estava desde 2014) em três clubes diferentes: Tractor Club, Zob Ahan e agora no Sepahan.

Publicado em Uncategorized

PRESIDENTE TEME PELO FUTURO DO CLUBE

record 05 04 2020O jornal “Record” dedica hoje uma página inteira ao momento de alguns clubes algarvios (além do Olhanense também o Imortal, o Lagoa e o Esperança de Lagos estão em foco), conteúdo que também pode ser lido na secção PREMIUM no site do diário desportivo.

Isidoro Sousa considera que a «insolvência é ameaça mais real a cada dia», visto que, além da dívida da SAD, o Bingo fechou e o Festival do Marisco não se deverá realizar, «o que representará um rombo no futebol juvenil».

O presidente do clube teme que, sem receitas, não consiga pagar as prestações do PER.

Publicado em Uncategorized

MUSCAT FALOU A JORNAL DE MALTA

O jornal TIMES OF MALTA publicou um artigo sobre os futebolistas do seu país que jogam no estrangeiro, e Zach Muscat foi um dos entrevistados. O nosso defesa central afirma que se mantém em Olhão porque quis manter-se disponível para o Olhanense caso o campeonato fosse reatado e que seria complicado regressar a Malta, pois teria que passar por três aeroportos e poderia colocar a sua família em risco.

Muscat refere ainda que a equipa providenciou um programa de treinos para os jogadores e dispõe de uma aplicação na qual regista os dados físicos para a equipa técnica acompanhar. O maltês nascido na Escócia diz que treina sozinho nas instalações do clube e que passa o tempo em casa a cozinhar, ler e a ver filmes, ao mesmo tempo que se dedica a um estágio que está a fazer numa empresa de arquitectura portuguesa.

Publicado em Uncategorized

“O JOGO” FAZ INQUÉRITO NO NOSSO ESCALÃO

ojogo04 04 2020O jornal O JOGO publica hoje, na sua edição impressa, um inquérito a todos os presidentes do Campeonato de Portugal. O título do artigo de três páginas é «Mais de 900 com salários a voar».

Existem «17 clube assumem que não têm condições para pagar salários de Março» e outros 12 admitem «essa forte possibilidade».

Luís Torres respondeu ás duas questões, sendo a primeira sobre se tem os salários ou subsídios regularizados até Março e se há condições para pagá-los, e a que respondeu que «A maioria são amadores e recebem reembolsos pelas despesas que têm, como ir a treinos e jogos, situação que actualmente não se regista».

À segunda pergunta, se admitia reduzir o orçamento na próxima época, respondeu que «Não sabemos quando acaba a pandemia. Devemos melhorar o quadro competitivo do CdP».

Os responsáveis dos nossos mais directos adversários, Real, Alverca e Louletano, responderam à primeira questão confirmando que irão cumprir até final da temporada com os seus compromissos.

Publicado em Uncategorized