SORTEIO DA TAÇA NA QUINTA-FEIRA

O sorteio da terceira eliminatória da Taça de Portugal, que já contará com as equipas do escalão principal, será na próxima quinta-feira 28 de Setembro) pelas 17h30, no Auditório da Cidade do Futebol, segundo o site da FPF.

Anúncios
Publicado em Uncategorized

OLHANENSE, 4 – SPORTING DE LAMEGO, 1

SCOSCL201718TP.jpg

FOTO: Chris Wright

Local: Estádio José Arcanjo, em Olhão
Árbitro: Miguel Nogueira (AF Setúbal)

OLHANENSE: Leandro Turossi; Pedro Caeiro, Ivo Nicolau (Januário, 43′), Materazzi e André Dias; Pedro Dias, Fábio Felício (Leleco, 61′) e Tiago Barros (Galassi, 69′); Jefferson, Hassan e Rodrigo Parreira;
Treinador: Bruno Saraiva

SPORTING DE LAMEGO: Márcio; Rafael (João Paulo, 78′), Valente, Pedro e Pedro Henrique (Henrique, 85′); Rui Mendonça, Dioguinho, Eduardo e Ivo; Binaia e Miguel (Rui Felisberto, 73′);
Treinador: Vasco Almeida

Amarelos: Valente (67′)

GOLOS:
1- 0 por Tiago Barros (44′)
2- 0 por  Hassan (45’+01′)
3- 0 por Januário (66′)
4- 0 por Jefferson (73′)
4-1 por Pedro (90’+02′)

Publicado em Uncategorized

JOGO DA TAÇA DE PORTUGAL ÀS 15H00

Depois de ter eliminado o Almancilense no passado dia 3, o Olhanense volta a jogar para a Taça de Portugal no próximo Domingo, pelas 15h00 no José Arcanjo, para essa competição. O adversário é o SPORTING DE LAMEGO, derrotado na primeira eliminatória no terreno do GD Resende por 1-0, mas que foi depois repescado.

Na época passada esta formação ficou em décimo lugar na Divisão de Honra da AF Viseu, mas ganhou o direito a participar na Taça de Portugal por ter vencido a Taça AF Viseu. Este será apenas a terceira partida oficial da temporada para o nosso adversário, que além do jogo da Taça de Portugal disputou e perdeu a final da Supertaça regional na semana passada, frente ao Ferreira de Aves.

O campeonato distrital no qual o Sporting de Lamego está inserido inicia-se exactamente no próximo fim-de-semana e, devido à vinda a Olhão, só disputará o jogo da 1.ª jornada no dia 5 de Outubro.

Publicado em Uncategorized

VÍDEO DO TRIUNFO EM VILA REAL

Tal como tem acontecido desde o início da época, o Olhanense publicou na sua conta de “Facebook” um VÍDEO com os principais lances do último jogo.

Publicado em Uncategorized

LUSITANO DE V.R.S.A., 2 – OLHANENSE, 3

Grande vitória, no último minuto do tempo de compensação, em tarde de emoções fortes para os muitos adeptos olhanenses presentes na cidade pombalina.

A cerca de meia hora do final perdíamos por duas bolas a zero, mas a formação rubro-negra conseguiu dar a volta ao resultado com golos de Mailó, Leleco e Hassan, já nos últimos instantes do período de compensação.

Após os resultados desta jornada, Olhanense e Casa Pia são os líderes da Serie com os mesmos pontos.

LFCSCO201718_lb

FICHA DO JOGO:
Complexo Desportivo de Vila Real de Santo António
Árbitro: Carlos Cabral (AF Algarve)

LUSITANO: Daniel Clemente; Igor Baldé, Nuno Silva, Piacentini e Lucas; João Vítor, Luís Firmino, Ramirez e Ronald Abadia (Theo Martinez, 52′); Andriuoli (Carabali, 46′) e Zé Pedro (Valter Fernandes, 84′);
Treinador: Carmine Esposito
Suplentes não utilizados: Samuele Campana (GR), Diogo Gonçalves, Henrique Apolonia e Arnold Ajdini

OLHANENSE: Cléber Santana; Pedro Albino, Ivo Nicolau, Materazzi (Tiago Barros, 64′) e Jota (Jefferson, 17′); Pedro Dias, Leleco e Tiago Jogo (Mailó, 52′); Januário , Hassan e Rodrigo Parreira;
Treinador: Bruno Saraiva
Suplentes não utilizados: Leandro Turossi (GR), Ítalo, Ruben Fidalgo e Fábio Felício

Amarelos: Ramirez (20′), Lucas (22′), Piacentini (25′), João Vítor (30′), Igor Baldé (30′), Rodrigo Parreira (30′), Jefferson (30′), Zé Pedro (58′) e Daniel Clemente (75′)
Vermelho: Nuno Silva (43′)

GOLOS:
1-0 por Zé Pedro (12′) de G.P.
2-0 por Zé Pedro (58′)
1-2 por Mailó (66′)
2-2 por Leleco (72′)
2-3 por Hassan (90’+05′)

Publicado em Uncategorized

REENCONTRO DE HISTÓRICOS EM V.R.S.A.

No próximo Domingo reencontram-se os dois emblemas de futebol mais representativos da região na primeira metade do século vinte, no Complexo Desportivo de Vila Real de Santo António, pelas 17h00.

O nosso adversário tem apenas três pontos (menos quatro do que nós), pois conquistou apenas uma vitória e foi derrotado por duas vezes nas três primeiras jornadas do campeonato.

Olhanense e Lusitano foram os dois primeiros clubes algarvios a participar nas duas primeiras grandes competições de índole nacional do desporto-rei. No Campeonato de Portugal, que reunia os campeões regionais tendo em vista apurar o campeão nacional, o nosso vizinho foi o primeiro a participar, na segunda edição em 1922/23. A formação rubro-negra competiu na prova seguinte e, como é sobejamente conhecido, conquistou essa histórica prova.

LFCSCO1948_stadium.jpg

O primeiro embate na 1.ª Divisão, em 1948, visto pela revista “Stadium”

Mais tarde, no campeonato da 1.ª Divisão, o Olhanense foi o primeiro a lá chegar, em 1941/42 (esteve até 1950/51 ininterruptamente), conseguindo o Lusitano fazer-nos “companhia” de 1947/48 a 1949/50. O primeiro embate entre equipas da região no escalão principal foi um empate a uma bola no Padinha, à 4.ª jornada, e outra igualdade na segunda “volta”, desta vez a zero.

LFCSCO200203_.jpg

No último embate oficial, em 2002/03, o triunfo foi rubro-negro

Nos últimos anos as duas equipas têm-se defrontado em jogos particulares, mas desde 2002/03 que não se encontram no mesmo escalão. Foi na 7.ª jornada da Zona Sul da antiga 2.ª Divisão B, a 27 de Outubro de 2002, que o Olhanense jogou em Vila Real oficialmente pela última vez. O resultado final foi uma vitória por 2-1 para as nossas cores (Xavier e Afonseca foram os autores dos golos rubro-negros) e, por curiosidade, foi titular no meio-campo da equipa orientada por Vitor Urbano um jovem de 20 anos de nome Fábio Felício que, volvidos quinze anos, veste novamente a nossa camisola.

Publicado em Uncategorized

MATERAZZI ENTREVISTADO PELA “MF TOTAL”

materazzi_mfO capitão rubro-negro, Daniel Materazzi, foi entrevistado para a revista digital do MAIS FUTEBOL, na rúbrica “Domingo à Tarde”, que começa com um especial destaque para a alcunha pela qual é conhecido desde a altura em que chegou ás camadas jovens do Salgueiros e ia treinar com os seniores.

O regresso a Olhão é abordado da seguinte forma: «Senti de novo a vontade das pessoas. Como é óbvio queria ter continuado na II Liga, mas sendo o Olhanense o clube que é e com o prestígio que tem… Sabia que para descer ao Campeonato de Portugal teria de ser para um projeto desta dimensão. Desde que fui abordado senti o carinho das pessoas e que era o projeto mais ambicioso de todos.»

Sobre a sua já longa carreira e o facto de ainda não ter jogado no escalão principal disse: «Acredito que se subirmos, que vai acontecer, pode relançar algo na minha vida, mas não vivo obcecado e estou focado e feliz no Olhanense e quem sabe até fique aqui. Respeito muito este clube, tem um peso muito grande ter assumido outra vez a braçadeira de um histórico, aqui sinto o carinho das pessoas e eu quero estar onde me sinto feliz.»

Publicado em Uncategorized