PROTESTO GANHA DESTAQUE A NÍVEL NACIONAL

img_920x519$2020_05_16_16_53_22_1699964

Foto-galeria no “Record”

A iniciativa intitulada «Justiça para o Olhanense» deu um colorido (e ruído) especial à nossa cidade esta manhã, ao organizar uma imensa fila de motas e automóveis (assim como o autocarro da equipa sénior) que desfilaram em protesto contra a decisão da FPF de deixar o nosso emblema fora da 2.ª Liga, apesar de ter ficado em primeiro lugar da sua Serie.

O “buzinão”, acompanhado de adereços rubro-negros e cartazes em que se podia ler «QUEREMOS JUSTIÇA», começou no José Arcanjo, passou pela Estrada Nacional 125 e pela Avenida da República, e ainda pela baixa, junto aos mercados, numa marcha lenta com a duração de cerca de duas horas.

O evento foi destacado em vários sites de cariz regional, como o ALGARVE PRIMEIRO e o REGIÃO SUL. Neste último podem ler-se declarações de Luís Torres, que considera que a decisão da FPF «não tem sustentação jurídica ou legal, nem sequer está assente no regulamento desportivo» e que se o recurso «for rejeitado, avançaremos para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) e, caso seja necessário, para a UEFA».

A nível nacional os sites dos diários desportivos RECORD (que reproduz o vídeo publicado no grupo de Facebook “Sporting Clube Olhanense 1912” e publica uma galeria com várias IMAGENS do protesto) ou O JOGO (que também reproduz o vídeo), colocam títulos como «Adeptos param trânsito em Olhão e pedem justiça» ou «Uma grande fila e buzinão na manifestação dos adeptos do Olhanense».

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.