RUBRO-NEGROS JOGAM EM LAGOS

84206055_2543304499323892_7119529272376557568_nA formação rubro-negra joga no próximo Domingo em Lagos, na única partida da jornada da Serie D que não se disputa pelas 15h00. O dérbi com os nossos vizinhos do Barlavento tem o pontapé de saída definido para as 19h00, devido à transmissão televisiva em directo no CANAL 11.

Na primeira volta vencemos no José Arcanjo por 4-1 (golos de Hassan, Diogo Martins, Caleb e Fábio) frente a um adversário que regressou este ano aos campeonatos nacionais.

Historicamente o Esperança é um dos nossos mais antigos rivais, as duas equipas defrontam-se regularmente há cerca de 100 anos, pois já na década de 20 do século passado existem registos de partidas de carácter particular entre os dois emblemas nas duas localidades.

Nos primórdios do futebol federado no Algarve as duas agremiações chegaram até a defrontar-se numa final do Campeonato Regional, em 1930/31, com um esclarecido triunfo rubro-negro de 4-0.

Nos anos 80 e 90 as duas equipas encontraram-se regularmente nas antigas segunda e terceira divisão do futebol nacional, maioritariamente nos seus velhos recintos de terra batida, o Padinha e o Rossio da Trindade. O Olhanense passaria a jogar no José Arcanjo a meio da década de 80 e os lacobrigenses no Estádio Municipal Fernando Cabrita (um filho da terra que foi um dos maiores nomes do Olhanense nos anos 40, a década dourada da nossa história) no início dos anos 90.

No piso relvado de Lagos a formação rubro-negra disputou três partidas como visitante, todas a contar para a Zona Sul da extinta 2.ª Divisão B: o primeiro foi em 1990/91 e o segundo em 1992/93, ambos terminados com empates (1-1 e 2-2 respectivamente), e o terceiro e último em 1993/94, com uma vitória rubro-negra por 1-0, na última vez que as duas equipas disputaram o mesmo escalão.

Ricardo Viegas, atleta natural da Fuseta (antigo ponta-de-lança que também jogou como médio defensivo e que chegou a capitanear a nossa equipa principal), hoje ligado como técnico e dirigente ao Marítimo Olhanense, foi o autor do golo nessa tarde de 29 de Maio de 1994.

Curiosamente, a última vez em jogos de competições nacionais que o Esperança nos derrotou foi no último duelo disputado no “pelado” do Rossio da Trindade, por 2-1, na temporada 1988/89.

Mais recentemente a nossa equipa jogou por duas vezes em Lagos, no início do ano de 2017, duas partidas de carácter particular: uma no Municipal frente aos sul-coreanos do GWANGJU FC e outra no complexo desportivo do Hotel Cascade Welness Resort, frente ao conhecido SHAKHTAR DONETSK.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.