PROEZA RUBRO-NEGRA DE 1946 EM DESTAQUE

stadium27fev1946

Artigo na revista “Stadium”

O resultado anormal entre Famalicão e Vitória de Guimarães (0-7), colocou em destaque uma proeza rubro-negra com 74 anos. Conforme se pode ler no site do jornal A BOLA ou no MAIS FUTEBOL, os vimaranenses passaram a fazer parte do lote de equipas que conseguiram marcar sete golos na condição de visitante.

Anteriormente apenas Benfica, Sporting, FC Porto, Belenenses, Estoril-Praia, Sporting de Braga, Olhanense e Lusitano de Évora tinham conseguido esse pecúlio em terreno adversário em jogos do principal escalão do futebol português.

No caso do nosso emblema, aconteceu na temporada 1945/46 (a mesma em que conseguimos a melhor classificação de sempre dum clube algarvio, o quarto lugar) no Estádio do Bessa frente ao Boavista, que foi derrotado por 7-2.

Na partida, que teve lugar a 24 de Fevereiro de 1946, Salvador (que pouco tempo antes tinha jogado pela Selecção Militar que empatou frente aos ingleses da R.A.F.) marcou por quatro vezes, João da Palma bisou e Fernando Cabrita apontou o outro golo. Na revista “Stadium” da altura, o título da crónica (que acima reproduzimos) era que «A linha de ataque do Olhanense dá que falar».

stadium27fev1946fotos

Fotos da partida na revista “Stadium”

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.