OLHANENSE JOGA DOMINGO EM ALVERCA

ALVSCO200405.JPG

O último duelo entre as duas equipas foi em 2005

Domingo disputa-se um dos duelos mais aguardados do Serie D, entre o primeiro e o terceiro classificado, que é um reencontro de adversários que chegaram a “lutar” pelo mesmo objectivo, o da subida, durante a década de 90 na 2.ª Divisão B.

Foi na Zona Sul da antiga 2.ª Divisão Nacional que os dois se encontraram pela primeira vez, em 1988/89. No Ribatejo empatámos  1-1, com o nosso golo a pertencer ao brasileiro César, que voltou a marcar na vitória por 2-1 em Olhão, com o seu compatriota Jaiminho a alcançar o outro tento.

Curiosamente, na nossa única vitória em Alverca, já na 2.ª Divisão B em 1990/91, o autor do golo também foi um brasileiro, Edinho. No total já enfrentámos por 12 vezes este adversário, e ganhámos metade deles (6), empatámos três vezes e perdemos outras tantas.

O último embate foi em 2004/05, a derradeira do Alverca nos campeonatos profissionais e ao mesmo tempo aquela que marcou o nosso regresso a esses patamares (estatuto que só perdemos em 2017). Nessa época perdemos por 1-0 fora de casa, nas últimas jornadas, e vencemos por José Arcanjo por 3-0 (golos de Edinho e de Ricarod Silva, que bisou). Vasco Matos, o actual treinador dos ribatejanos, jogou esses dois jogos pela nossa equipa.

Em relação a técnicos este é um duelo bastante curioso, pois os dois foram colegas nas camadas jovens do Sporting e, na temporada passada, Vasco Faísca foi adjunto de Vasco Matos até Fevereiro, altura em que assumiu o comando da nossa equipa.

Além disso, esta época o Olhanense teve um “reforço” na sua equipa técnica: Rodrigo Pinto, que também trabalhou com Vasco Matos em Vila Franca de Xira, até Março do ano passado.

SCOANGALV2010.JPG

Em 2010 o Olhanense defrontou os “Palancas” em Alverca

Contudo, a última vez que o Olhanense jogou em Alverca não foi em 2005, mas sim na pré-temporada de 2010, altura em que a nossa equipa, então comandada por Daúto Faquirá, empatou a zero com a selecção de ANGOLA nesse estádio.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.