PENÁLTI “À CRUYFF” EM DESTAQUE

O conhecido jornalista Rui Miguel Tovar fez, no site do MAIS FUTEBOL, um exaustivo levantamento das origens do peculiar modo como Caleb e Hassan converteram a grande penalidade frente ao Fabril no último Domingo e recolheu ainda declarações do nosso treinador sobre o assunto.

Vasco Faísca afirma que se inspirou em Cruyff e explicou: «É costume treinarmos as bolas paradas no sábado. Eu fico com os livres numa baliza e o meu adjunto fica com os penáltis na outra. Neste sábado, excecionalmente, lembrei-me de treinar o penálti do Cruyff. Falei disso aos jogadores e eles ficaram entusiasmados. Geralmente, faço uma competição de penáltis na véspera do jogo. Quem a ganhar, tem o direito de marcar o penálti do jogo. Este sábado, ganhou o Hassan. Então preparámos o lance com o Hassan a rematar e o Caleb, muito técnico, a preparar o lance. A ideia só iria para a frente se estivéssemos a ganhar. Já estávamos em vantagem e fomos para a frente com a ideia. O Caleb foi para a marcar e, se reparares, o Hassan está no vértice esquerdo da meia-lua e o João Vasco no vértice direito, espécie de plano B, caso o Hassan ficasse sem ângulo de remate. O Caleb passou e o Hassan marcou. Foi uma festa, só abraços no banco de suplentes, ahahahah.»

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.