FALECEU O PRESIDENTE DA SAD LUIGI AGNOLIN

O presidente e sócio maioritário da SAD rubro-negra desde Março de 2016, Luigi Agnolin,  morreu este sábado aos 75 anos, vítima de cancro no pâncreas. O italiano teve uma primeira passagem pelo José Arcanjo na segunda metade da época 2013/14 (a última no escalão principal) como dirigente, regressando em 2016, quando adquiriu a maioria das acções da sociedade anónima que gere o futebol profissional do nosso emblema desde 2013.

Nome de prestígio no futebol internacional como árbitro ( o seu pai, Guido Agnolin, também exerceu a função), estreou-se na Serie A em 1973, tornou-se internacional apenas cinco anos depois, e entraria mais tarde, em 2012, para o HALL OF FAME da Federação italiana de futebol.

Os marcos mais importantes da carreira deste natural de Bassano del Grappa (na região de Veneto) foram as presenças nos Mundiais de 1986 e de 1990, e ter dirigido duas finais de competições europeias: a Taça das Taças em 1987 e a Taça dos Campeões Europeus em 1988, entre PSV Eindhoven e Benfica. Foi dirigente da associação de árbitros do seu país, e de clubes como a Roma, Venezia, Hellas Verona, Perugia e Siena.

luigi_agnolin_sco_sad.png

Na conta de “Facebook” do Olhanense foi publicado o seguinte comunicado: «É com profundo pesar que a Olhanense SAD informa do falecimento do seu presidente, Prof. Luigi Paolo Agnolin, vitima de doença.

Com uma carreira invejável no mundo do futebol, árbitro internacional e dirigente de vários clubes italianos (Roma, Verona,Veneza, Perugia), assumiu a presidência da Sad do Olhanense em 2016, depois de já ter cumprido as funções de diretor-técnico do Olhanense na época 2013/14.

Neste momento de consternação, em nome de todos os funcionários da Sad, jogadores, equipa técnica e de todos os Olhanenses, expressamos os nossos sentimentos de pesar e prestamos condolências à família.

O Sporting Clube Olhanense solidariza-se a este momento e em nome da Direcção, Orgãos Sociais e Sócios, apresenta as mais sinceras condolências.»

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.