OLHANENSE, 0 – FAMALICÃO, 1

scofcf201617lbawden

A formação rubro-negra, com quatro reforços em estreia (um dos quais imediatamente nomeado capitão…) não foi capaz, sequer, de empatar num jogo crucial para as suas parcas aspirações.

O único golo da partida surgiu ainda na primeira parte, numa grande penalidade muito contestada, mas não se viu grande capacidade de reacção por parte da equipa orientada por Bruno Baltazar, que tão boa conta de si tinha dado nos seis primeiros jogos.

FICHA DO JOGO:
Estádio José Arcanjo, em Olhão
Árbitro: Carlos Macedo (AF Braga)

OLHANENSE: Rodolfo; Carlos Freitas, Pedro Eira, Paulão e Hélder Cabral (Gerevini, 76′); Sori Mané (Kiki, 67′) e H’Maidat; Gonzalez Prado, Galass e Jorman Aguilar; Salim Cissé (Doudou Mangni, 46′)
Treinador: Bruno Baltazar
Suplentes não utilizados: Léo (GR) Tiago Duque, Coubronne e Fabrício

FAMALICÃO: Victor Braga; Joel Monteiro, Quichini, Vilaça e Nera; Lima, Mércio (Patrick, 86′), André Perre e Feliz (Fred, 76′); Diego Medeiros e Brayan Riascos (Kisley, 17′)
Treinador: Nandinho
Suplentes não utilizados: Efremov (GR), Ângelo, Mendes e Jorge Miguel

Amarelos: Pedro Eira (34′), André Perre (53′) e Jorman Aguilar (73′)

GOLO:
0-1 por Diego Medeiros (35′) de G.P.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.