scopsc2nov2014

Jorge Gonzalez Prado marcou na última vitória sobre o rival

O Olhanense recebe esta noite (pelas 20h15) o Portimonense, num dérbi regional que opõe os dois principais representantes algarvios no futebol nacional dos últimos dez anos. Estes são os dois emblemas da nossa região que mais vezes marcaram presença no primeiro e segundo escalão não só na última década, como na contabilidade geral desde o início deste século.

De 2004/05 e até 2013/14, o Olhanense ficou sempre melhor classificado e chegou a estar um escalão acima, durante quatro épocas (durante os nossos cinco anos no campeonato principal o Portimonense marcou presença apenas uma vez na competição). Contudo, presentemente a classificação é por demais evidente na diferença entre os dois conjuntos: é o confronto entre o primeiro e o último classificado.

A nossa primazia inverteu-se principalmente nos dois últimos anos e os nossos vizinhos têm estado em melhor plano, visto que a entrada de investidores estrangeiros na sua SAD resultou clara e objectivamente em resultados desportivos e financeiros muito mais positivos. O Portimonense tem um jogador emprestado ao Kashima Antlers que disputou a final do mundial de clubes frente ao Rela Madrid enquanto que o nosso principal activo, Oumar Diakhité, estava emprestado ao Estoril na época passada e na presente campanha passou a pertencer ao clube da Amoreira sem que sejam conhecidos (publicamente) os dividendos que a SAD rubro-negra retirou desse negócio.

Na época passada perdemos ambos os embates por 1-0, em Olhão e em Portimão, e teremos que recuar até 2014/15 para recordar a nossa última vitória. Foi no José Arcanjo, por 2-0, com golos de Weldon e Jorge Gonzalez Prado (que regressou à equipa no último Domingo, o que poderá ser um bom sinal).

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.