PENAFIEL, 1 – OLHANENSE, 1

O Olhanense esteve muito perto de conseguir os três pontos, mas um golo sofrido no (longo) período de compensação de tempo perdido impediu que isso sucedesse.

A vencer desde a meia hora da primeira metade com um golo de Galassi e reduzido a dez unidades pouco depois por acumulação de cartões amarelos a Coubronne, os rubro-negros defenderam a vantagem durante quase toda a etapa complementar.

No final um desentendimento entre os jogadores das duas equipas no túnel de acesso aos balneários motivou a intervenção da GNR, algo que foi notícia de destaque em vários sites, como o CORREIO DA MANHÃ, mas ambos os técnicos acabaram por desvalorizar o acontecimento.

FICHA DO JOGO:
Estádio 25 de Abril, em Penafiel
Árbitro: Bruno Esteves (AF Setúbal)

PENAFIEL: Coelho; Kalindi, Amoreirinha, Pedro Ribeiro e Pedro Araújo; Djibril (César, 75′), Tiago Barros, Aldair e Gonçalo Abreu (Bata, 46′); Caetano e Yero (Rui Miguel, 56′)
Treinador: Paulo Alves
Suplentes não utilizados: Ivo Gonçalves (GR), João Paulo, Diogo Melo e Edú

OLHANENSE: Moreira; Rodolfo Lourenço, Coubronne, Materrazzi, Virga e Guilherme Ferreira (João Falque, 87′); Baldé, Lucas Morelatto e Galassi, Said (Tiago Duque, 80′) e Leandro Borges (Fábio Marinheiro, 75′)
Treinador: Cristiano Bacci
Suplentes não utilizados: Léo (GR), Sori Mané, Mickael e Gonzalez

Amarelos: Coubronne (07′ e 38′), Virga (23), Ousmane Baldé (28′), Pedro Araújo (36′), Yero (53′) e Gonzalez (83′)
Vermelho: Coubronne (38′) por acumulação

GOLOS:
0-1 por Galassi (33′)
1-1 por Caetano (90’+06′)

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.