OLHANENSE, 0 – FC PORTO “B”, 2

Este será daqueles jogos que, caso não tivesse sido transmitido em directo, provavelmente apenas se diria que o Olhanense reclamava por uma grande penalidade não assinalada e as imagens não falariam por si.

Assim, para quem viu ou ainda pode ver na gravação, pode constatar que a seis minutos dos noventa, quando o resultado ainda era um empate a zero, o árbitro chegou a assinalar uma grande penalidade (falta inequívoca) a nosso favor.

Contudo, após conferenciar com o seu auxiliar, acabou por transformar essa mesma falta (que começa e termina claramente dentro da grande área) num livre em cima da linha.

Na sequência da marcação do livre, os portistas contra-atacam e Giraldo é expulso por derrubar um adversário, numa jogada em que ficam muito mais dúvidas do que um lance similar sobre o nosso jogador Murilo, minutos antes. Mas nesse caso nem falta foi assinalada…

Já no período de compensação, o FC Porto conseguiu marcar dois golos, vantagem que até poderia ter alcançado pelo desempenho na primeira parte, mas a verdade é que até aos 84 minutos o resultado estava 0-0 e nunca saberemos o que aconteceria se a grande penalidade a nosso favor tivesse sido assinalada. Como chegou a ser.

Partida terminou com enorme polémica

Partida terminou com enorme polémica

FICHA DO JOGO:
Estádio José Arcanjo, em Olhão
Árbitro: Rui Silva (AF Vila Real)

OLHANENSE: Moreira; Rodolfo Lourenço, Coubronne, Materazzi e Tiago Duque; Virga e Giraldo; Januário (Gonzalez Prado, 68′), Coelho (Galassi, 55′) e Leandro Borges; Murilo (Said, 75′);
Treinador: Cristiano Bacci
Suplentes não utilizados: Tiago Maia (GR), Fábio Marinheiro e Douglas Cordeiro

FC PORTO B: João Costa; Victor Garcia, Chidozie, Maurício (Verdasca, 18′) e Rafa; Tomas Podstawski, Francisco Ramos e Graça; Gleison (Ruben Macedo, 67′), Pité (Leonardo, 79′) e Ismael;
Treinador: Luís Castro
Suplentes não utilizados: Filipe Ferreira (GR), Rodrigo, Omar e Sérgio Ribeiro

Amarelos: Francisco Ramos (25′), Chidozie (45’+2), Rodolfo Lourenço (65′), Verdasca (77′), Leandro Borges (83′), Victor Garcia (86′) e Ruben Macedo (90’+05′)
Vermelh; Giraldo (88′)

GOLOS:
0-1 por Rúben Macedo (90’+04′)
0-2 por Ismael (90’+06′)

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.