OLHANENSE, 2 – OLIVEIRENSE, 0

Apesar de ter entrado sem um verdadeiro ponta-de-lança no onze titular (Galassi jogou nessa posição, algo que não é inédito pois já tinha acontecido na época passada) o Olhanense fez uma boa primeira parte, dominou o jogo e criou várias ocasiões para marcar.

O único golo do primeiro tempo surgiu de grande penalidade, e foi com essa magra vantagem que os rubro-negros voltaram para a etapa complementar. O Olhanense baixou as suas linhas e os forasteiros ganharam alguma confiança, criando algum perigo (quase sempre com bolas “bombeadas” para a área) que um seguro Moreira também foi resolvendo.

Já em cima do apito final, João Oliveira fez o golo da tranquilidade, concluindo de calcanhar uma jogada de insistência do possante Said.

Lucas Morelatto tenta furar entre os adversários

Lucas Morelatto tenta furar entre os adversários

FICHA DO JOGO:
Estádio José Arcanjo, em Olhão.
Árbitro: Hélder Lamas (AF Braga)

OLHANENSE: Moreira; Rodolfo Lourenço, Materazzi, Virga e Tiago Duque; Giraldo e Lucas Morelatto (Fábio Marinheiro, 77′); Leandro Borges, João Oliveira e Gonzalez Prado (José Coelho, 74′); Galassi (Said, 69′);
Treinador: Cristiano Bacci
Suplentes não utilizados: Tiago Maia (GR), Baldé, Murilo e Januário

OLIVEIRENSE: João Pinho; Zé Pedro Freitas, Stéphane Madeira, Sérgio e Kaká; Guimarães (Carlitos, 46′), Mário Mendonça (Rafa, 46′), Renan e Leleco (Pedro Oliveira, 68′); Rodrigo Thompson e Marocas;
Treinador: Artur Marques
Suplentes não utilizados: Raphael Mello (GR), Babo e Nikolas

Amarelos: (24), Mário Mendonça (35), Renan (57), Leleco (59), Materazzi (65), Zé Pedro Freitas (78), José Coelho (79), João Oliveira (80) e Stéphane Madeira (89)

GOLOS:
1-0 por Galassi (23′), de G.P.
2-0 por João Oliveira (90’+01′)

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.