OLHANENSE, 0 – DESPORTIVO DAS AVES, 0

A tarde em que se estreou Moreira pelo nosso clube, com a curiosidade de na baliza adversária estar o seu antigo colega no Benfica, Quim, ficou marcado por um jogo de futebol de muita luta mas pouco bonito, em que ambos os guarda-redes internacionais tiveram pouco trabalho.

Aves e Olhanense não conseguiram criar grandes oportunidades de golo, sendo que as melhores para as nossas cores estiveram nos pés de Murilo e de outro estreante Said, ganês de nascimento internacional por Itália nas camadas jovens que pretende jogar pelo seu país de origem como sénior.

Clique na imagem para aumentá-la

Clique na imagem para aumentá-la

Estádio José Arcanjo, em Olhão
Árbitro: Tiago Nunes (AF Coimbra)

OLHANENSE: Moreira; Rodolfo Lourenço, Materazzi, Fábio Marinheiro e Tiago Duque; Virga e Giraldo (Gonzalez Prado, 83′); Januário, João Oliveira e Leandro Borges (José Coelho, 71′); Murilo (Said, 64′);
Treinador: Cristiano Bacci
Suplentes não utilizados: Tiago Maia (GR), Baldé, Douglas Cordeiro e Mickael

AVES: Quim; Vítor Alves, Romaric, Marcos Valente e Nelson Pedroso; Ericson (Perdigão, 64′), Pedró, Anton e Alexandre Guedes (Felipe Martins, 74′); Tarcísio e Theo Mendy (Emmanuel, 84′);
Treinador: Ulisses Morais
Suplentes não utilizados: Diogo Freire (GR), João Amorim, Zé Valente e Joel Silva

Amarelos: Marcos Valente (32′ e 80′), Januário (39′), Leandro Borges (45′), Murilo (58′), Ericson (59′), Quim (80′) e Vítor Alves (90’+01′)
Vermelho por acumulação: Marcos Valente (80′)

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.