SPORTING “B”, 2 – OLHANENSE, 1

Pelo terceiro jogo consecutivo fora de portas, a formação rubro-negra (que jogou de branco, com camisolas onde ainda constam um patrocinador cujo contrato já terminou há alguns meses…) voltou a consentir a reviravolta depois de estar em vantagem. Um dado estatístico verdadeiramente invulgar, no mínimo.

Clique na imagem para ver os golos da partida no "Youtube"

Clique na imagem para ver os golos da partida no no “Youtube”

Com Coubronne como único reforço a estrear-se como titular (Adilson e Galassi entraram depois) no lugar de Duarte Machado, o Olhanense chegou à vantagem num lance bastante consentido pelo guardião leonino, num centro-remate de Pedrelli que acabou por entrar e que a LPFP considerou mesmo o italiano como o marcador (e não golo na própria baliza como alguns sites referiram, apesar da bola ter tocado ainda em dois jogadores da equipa da casa).

Na etapa complementar o Sporting chegou ao empate aos num lance em que a nossa defesa revelou-se algo desatenta e chegaria pouco depois ao segundo golo através de uma grande penalidade bastante discutível, em que a bola toca na mão do recém-entrado Lorenzo Galassi (estava há quatro minutos em campo), que vê o primeiro cartão amarelo nessa jogada.

Estreia de verdadeiro “pesadelo” para o reforço italiano, que quase de seguida vê a segunda cartolina amarela e consequente expulsão num lance perto da área contrária. O atleta em questão vai ao chão numa jogada em que há contacto, em que poderá até nem existir falta, mas o árbitro da partida considerou prontamente simulação e assim, num ápice, a nossa equipa ficou em desvantagem e reduzida a dez unidades a um quarto de hora do final da partida.

Galassi esteve, no total, dez minutos em campo…

Não foi um jogo brilhante da nossa equipa, mas fomos claramente prejudicados pela arbitragem.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.