FC PORTO “B”, 7 – OLHANENSE, 0

Foto-reportagem no "ZeroZero"

Foto-reportagem no “ZeroZero”

Quando se esperava uma atitude de revolta da nossa equipa perante as injustiças sofridas na jornada anterior, aconteceu exactamente o contrário e um descalabro total que terminou numa goleada à antiga e o pior resultado em jogos de campeonato dos últimos quarenta anos (o Olhanense perdeu por sete golos sem resposta exactamente na época 1974/75, em Alvalade à 16.ª jornada).

O jogo não começou da melhor maneira, sofremos um golo praticamente na primeira jogada de ataque portista, e permitimos o segundo tento à beira do intervalo numa jogada quase igual à do primeiro. Apesar de tudo, nada fazia prever o que aconteceu nos segundos quarenta e cinco minutos, e após a grande penalidade que originou o quarto golo e a expulsão de Vitor Bastos o desempenho da nossa equipa, que já estava a ser negativo, foi penoso de visionar.

No final da partida António Conceição afirmou que se sentiu «humilhado», pela primeira vez na sua carreira de treinador, e criticou fortemente a atitude dos jogadores.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.