OLHANENSE, 2 – LEIXÕES, 0

Grande estreia no campeonato dos rubro-negros, com uma vitória e uma exibição convincente. Apesar de ter jogado sem ponta-de-lança “puro”, com uma espécie de losango no meio-campo em que Regula era o jogador mais adiantado e com os dois extremos bastante irrequietos Femi Balogun e Gonzalez Prado, o Olhanense dominou as operações e adiantou-se no marcador bastante cedo, por RODRIGO ANTÓNIO, numa boa jogada individual dentro da área forasteira.

A diferença no “score” podia e devia ter sido aumentada em várias boas jogadas sob intenso calor (jogos de manhã na nossa região em Agosto são, sem qualquer tipo de dúvida, uma anormalidade para uma competição profissional de futebol) e até de bola parada, pois Celestino permitiu a defesa do guardião adversário na marcação de uma grande penalidade.

Quem não marca arrisca-se a sofrer, e numa das poucas ocasiões de perigo criadas pelos leixonenses, Tiago Maria correspondeu com uma excelente defesa. A cerca de meia hora do final a vida parecia complicar-se para a equipa orientada por António Conceição devido à expulsão de Vitor Bastos por acumulação de amarelos, mas a toada manteve-se.

Em inferioridade numérica os nossos atletas demonstraram grande dinâmica e capacidade de entreajuda, e chegaram mesmo ao segundo golo, através de REGULA, que já por duas vezes tinha estado bastante perto de marcar.

Estádio José Arcanjo, em Olhão
Árbitro: Marco Ferreira (Madeira).
Assistência: 579 espetadores

OLHANENSES: Tiago Maia; Duarte Machado, Ubay Luzardo, Vítor Bastos e André Pires; Semedo, Celestino, Rodrigo António e Regula (Diogo Melo, 88′);
Gonzalez Prado (Murilo, 77′) e Femi Balogun (Pedrelli, 83′);
Suplentes não utilizados: Leandro Turossi (GR), Faye Balla e Giraldo
Treinador: António Conceição
Amarelos: Vítor Bastos (30′ e 72′)
Amarelos: Vítor Bastos (72′)

LEIXÕES: Chastre; Gonçalo Graça, Orlando, Zé Pedro e João Viana; Pedro Pinto (Moedas, 46′), Novais (Alemão, 71′), Cadinha e Moreira; Mendes e Valente (Pedras, 57′);
Suplentes não utilizados: Ricardo Moura (GR), Pedro Cardoso, Rui Tavares e Chiquinho 
Treinador: Horácio Gonçalves.
Amarelos: Pedro Pinto (05′), Gonçalo Graça (38′), João Viana (66′) e Zé Pedro (83′)

GOLOS:
1-0 por Rodrigo António (11′)
2-0 por Paulo Regula (84′)

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.