EX-ATLETAS REGRESSAM AOS SEUS PAÍSES DE ORIGEM

Relativamente ao destino de atletas que vestiram as cores rubro-negras no ano passado, são vários os que regressaram aos seus clubes de origem, como Vid Belec, que apesar de se ter falado na imprensa que poderia continuar no nosso país ao serviço de Benfica ou Braga, voltou ao Inter de Milão, tal como Sampirisi e Santana que voltaram ao Genoa, mas o argentino poderá rumar ao Parma, envolvido numa troca de jogadores.

Dionisi e Bigazzi regressaram ao Livorno (último classificado e despromovido da Serie A, tal como o Olhanense no seu campeonato), mas o avançado está a caminho do FROSINONE, que subiu este ano à Serie B. Pelé também regressa ao AC Milan, e as últimas notícias indicam que deverá voltar a ser emprestado, desta feita a um clube grego.

Já o o romeno Mladen voltou a ser cedido pela Roma, desta feita ao FC SUDTIROL, que apesar do nome é uma equipa italiana (do terceiro escalão) situada no norte do país, muito próxima da fronteira com a Áustria.

Quem não regressará a Itália é Agon Mehmeti, pois desvinculou-se do Palermo e regressou aos suecos do MALMO FF, clube onde jogou nas camadas jovens e se destacou nos primeiros anos da sua carreira de sénior. Obodo, de quem se falou que poderia estar a caminho do Catar, afinal permanece na Europa, nos gregos do Skoda Xanthi.

Não existem, por enquanto, qualquer tipo de notícias sobre o destino dos seguintes atletas: Rui Duarte, Jander, Ricardo, Kroldrup, Luís Filipe, Coubronne, João Ribeiro, Paulo Sérgio e Vojtus.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.