RIO AVE, 1 – OLHANENSE, 2

FOTO: Ojogo.pt

É caso para dizer que… em Vila do Conde mandamos nós. Pelo quinto ano consecutivo em jogos do escalão principal o Olhanense venceu no Estádio dos Arcos.

É certo que esta temporada deve ter sido aquela em que o cenário era mais favorável, pois o Rio Ave apresentou uma equipa totalmente diferente da jornada anterior, pois não só tinha quatro jogadores castigados como o treinador adversário decidiu poupar os seus principais jogadores tendo em vista a eliminatória da Taça de Portugal que disputará Quarta-feira frente ao Sporting de Braga e que lhe poderá valer uma final.

Ainda assim a equipa da casa foi a primeira a marcar, com um golo de Velikonja (compatriota de Vid Belec) logo aos 12 minutos. Ainda antes da meia hora Lucas Souza restabeleceu a igualdade (tal como na época passada, o médio brasileiro volta a marcar golos decisivos em jogos decisivos) correspondendo com um bom cabeceamento a um centro de Sampirisi.

Na etapa complementar Dionisi aproveitou um erro do vilacondense Roderick e fez o segundo golo, a cerca de vinte minutos do final da partida. Já perto dos 90 minutos os rubro-negros ficaram reduzidos a dez unidades, por expulsão do francês Jean Coubronne (é o terceiro vermelho que o polivalente lateral vê esta temporada, sempre por acumulação de amarelos).

FICHA DO JOGO:
Estádio do Rio Ave FC (Arcos), em Vila do Conde
Assistência: 1579 Espetadores
Árbitro: Marco Ferreira (AF Madeira)

RIO AVE: Ventura; Nélson Monte, André Vilas Boas, Roderick Miranda e Tiago Pinto; Luís Gustavo, Júlio Alves, Ernest Ohemeng (Braga, 72′) e Renato Santos (Pedro Sntos, 79′); Velikonja e Joeano (Sandro Lima, 62′)
Treinador: Nuno Espírito Santo
Suplentes não utilizados: Kritciuk (GR), Lionn, Silvério Júnior e Rafa

OLHANENSE: Belec; Sampirisi, Diakhité, Kroldrup e Coubronne; Lucas Souza e Obodo; Regula (Celestino, 79′), Rui Duarte e Paulo Sérgio (Luís Filipe, 87′); Dionisi (Tozé Marreco, 90’+03′).
Treinador: Giuseppe Galderisi
Suplentes não utilizados: Ricardo (GR), Ricardo Ferreira, Mehmeti e Femi Balogun

Amarelos: Coubronne (52′ e 84′), Luís Gustavo (72′) e Regula (76′)
Vermelho: Coubronne (84′) por acumulação

GOLOS:
1-0 por Velikonja (12′)
1-1 por Lucas Souza (25′)
1-2 por Dionisi (68′)

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.