OLHANENSE, 1 – ESTORIL-PRAIA, 2

Clique na imagem para ler a crónica no "Mais Futebol"

Clique na imagem para ler a crónica no “Mais Futebol”

Segundo a opinião quase generalizada dos seus adeptos, o Olhanense quando joga no Estádio Algarve, como casa “emprestada” já entra em desvantagem.

E foi o que se confirmou, quando ainda nem cinco minutos de jogo estavam disputados: os forasteiros inauguraram o marcador, na primeira oportunidade que criaram.

A nossa equipa reagiu bem, e antes da meia-hora Dionisi confirmou os créditos com que chegou a Olhão, aproveitando um ressalto para se isolar e empatar a partida.

Na etapa complementar a defensiva rubro-negra voltou a comprometer, deixando que na sequência de um canto o Estoril chegasse à vantagem, numa falha de marcação clamorosa, que deixou o autor do golo cabecear completamente à vontade.

O Olhanense voltou a reagir bem, teve algumas boas jogadas de ataque, sendo a mais evidente um bom remate cruzado de Mehmeti que o guardião estorilista defendeu, o que o árbitro não viu, pois não apontou o respectivo pontapé de canto.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.