RUBRO-NEGROS CAÍEM NA ZONA DE DESPROMOÇÃO

Com a vitória do Moreirense hoje em Vila do Conde o nosso clube passa a estar abaixo da “linha de água”, juntamente com o Beira-Mar, o nosso próximo adversário, em Aveiro.

Numa altura de algum descrédito entre os adeptos, recordemos que o Olhanense já participou em todos os escalões do futebol nacional, e que em 1968 a então inédita descida descida à 3.ª Divisão fez com que, dois anos depois, conquistássemos o título que os mais velhos ainda hoje dizem ser aquele nos “faltava”, que era exactamente o de campeão nacional dessa categoria.

A vida de um clube desportivo não acaba com uma derrota, muito menos com uma despromoção. Recordemos os mais esquecidos que o Olhanense não desce de divisão desde 1992!

Depois desse ano, em que lutámos até à última jornada e em que perdemos o direito a jogar na então chamada Liga de Honra em Santa Maria da Feira, com uma derrota por 2-3, estivemos doze épocas na 2.ª Divisão B. Em 2004, um ano importante para o futebol nacional e também para o Olhanense, iniciámos um percurso ascendente, em que depois de cinco épocas na 2.ª Liga, conseguimos o tão almejado regresso ao escalão principal, 34 anos depois.

Este Sábado, apesar da derrota, público e equipa deram mostras (ainda que não durante todo o jogo) que nada está perdido. Resta-nos dar o nosso melhor e saber que, seja qual for o resultado final, valeu a pena. A história do Olhanense continuará, para sempre.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.