OLHANENSE RECEBE O PAÇOS DE FERREIRA

Os rubro-negros jogam esta Sábado, pelas 17h00, frente ao Paços de Ferreira no José Arcanjo, naquela que é mais uma partida decisiva na luta pela manutenção. Segundo a imprensa Jander está em dúvida para o dia em que Manuel Cajuda cumpre o jogo 500 no escalão principal. O técnico começou a sua carreira como adjunto no nosso vizinho Farense e estreou-se como principal com uma pesada derrota nas Antas na época 1983/84, por 1-7, quando assumiu o comando após a saída do búlgaro Hristo Mladenov.

Manuel Cajuda cumpre o jogo 500 na 1.ª Divisão

Manuel Cajuda cumpre o jogo 500 na 1.ª Divisão

Em 85/86 estreou-se como técnico principal no nosso clube, conseguindo um quarto lugar na Zona Sul da antiga 2.ª Divisão, classificação que melhorou na época seguinte, com um terceiro lugar.

Na temporada seguinte orienta o também nosso vizinho Portimonense no escalão maior e irá agora, quase trinta anos depois (depois de orientar também Torreense, Sporting de Braga, Belenenses, União de Leiria, Marítimo, Beira-Mar, Naval e Vitória de Guimarães), concretiza o sonho de cumprir a histórica marca de cinco centenas de jogos no comando do Olhanense, o seu primeiro clube como atleta e da sua cidade.

Voltando ao jogo propriamente dito, este será o terceiro embate com os “castores” esta época, depois de um empate a zero na Mata Real para o campeonato e uma derrota por 1-2 para a Taça de Portugal. Em jogos do primeiro escalão nunca conseguimos vencer este adversário no José Arcanjo, tal só aconteceu num jogo da 2.ª Liga, em 2004/05, com um golo de Edinho na transformação de uma grande penalidade que valeu o 1-0 final.

Para o jogo de amanhã, na convocatória registam-se os regressos de Ricardo e Fernando Alexandre, recuperado de lesão. Eis a lista completa:

Guarda-redes: Bracalli e Ricardo
Defesas: André Micael, Nuno Reis, Luís Filipe, Vasco Fernandes e Jander
Médios: David Silva, Tiago Terroso, Ivanildo, Jander, Babanco, Rui Duarte, Fernando Alexandre e Lucas Souza
Avançados: Leandro Pepe, Djaniny, Evandro Brandão, Thalles, Djalmir e Targino

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.