NACIONAL DA MADEIRA, 3 – OLHANENSE, 1

Foto-reportagem no "DN Madeira"

Foto-reportagem no “DN Madeira”

Manuel Cajuda continua sem conhecer a vitória ao serviço do nosso clube, averbando a segunda derrota consecutiva, mas continua dois pontos acima da “linha de água”.

Na Choupana entrámos a perder cedo, aos 12 minutos, e na primeira parte a equipa da casa só não aumentou a vantagem devido a mais uma grande exibição de Bracalli, que assim regressou da melhor maneira à casa onde se estreou e destacou no nosso país.

Após o intervalo os rubro-negros surgiram com vontade de discutir o resultado e tiveram oportunidades protagonizadas por Maurício, David Silva e Babanco antes de André Micael marcar, a cerca de vinte minutos do final da partida.

O empate durou pouco tempo, o Nacional colocou-se pouco depois em vantagem no marcador, e aumentaria o score perto do final, na sequência de uma grande penalidade que o nosso guarda-redes AFIRMA não ter cometido.

FICHA DO JOGO:
Estádio da Madeira, no Funchal
Árbitro: Bruno Esteves (AF Setúbal)
Assistência: 2.273 espectadores

NACIONAL: Gottardi; Claudemir, Miguel Rodrigues, Mexer e Marçal; Manuel da Costa (Moreno 72′), Revson e Diego Barcelos; Candeias (Jota, 68′), Mário Rondon e Bruno Moreira (Mateus, 55′);
Treinador: Manuel Machado
Suplentes não utilizados: Vladan (GR), João Aurélio, Ali Ghazal e Keita

OLHANENSE: Bracalli; Nuno Reis (Djalmir, 87′), Maurício, André Micael e Jander; Vasco Fernandes (Leandro “Pepe”, 77′) e Tiago Terroso; David Silva, Rui Duarte, Babanco; Tiago Targino (Djaniny, 55′);
Treinador: Manuel Machado
Suplentes não utilizados: Ricardo (GR), D’Onofrio e Lucas Souza
Amarelos: Jander (03′) e Bracalli (84′)

GOLOS:
1-0 por Mario Rondon (12′)
1-1 por André Micael (69′)
2-1 por Moreno (73′)
3-1 por Revson (84′), de G.P.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.