OLHANENSE JÁ VENCEU O MÁLAGA

As duas equipas perfiladas no José Arcanjo, em 2006

As duas equipas perfiladas no José Arcanjo, em 2006

Numa altura algo conturbada para a vida do nosso clube, aproveitamos para desanuviar um bocado o ambiente buscando curiosidades no passado recente do futebol rubro-negro. Sabe qual foi o primeiro golo de Djalmir pelo Olhanense? Foi exactamente frente ao Málaga, adversário do FC Porto na Liga dos Campeões, e valeu uma VITÓRIA no primeiro teste da pré-temporada de 2006/07.

O emblema andaluz, hoje um dos mais poderosos do país vizinho e do velho continente, tinha acabado de descer ao segundo escalão, e veio ao Algarve disputar um jogo que terá sido mesmo um dos últimos de Fernando Sanz como jogador, antes de assumir o cargo de presidente, (onde esteve até 2010, quando vendeu as suas acções ao milionário oriundo do Qatar Abdullah ben Nasser Al Thani).

Djalmir marcou o seu primeiro golo pelo Olhanense

Djalmir marcou o seu primeiro golo pelo Olhanense

Dessa partida “sobram” Bruno Veríssimo, Djalmir e Vasco Fernandes (que curiosamente está de novo ao nosso serviço após passagens por vários clubes espanhois) no Olhanense e apenas o lateral direito Jesús Gámez no Málaga, habitual titular que no entanto não jogou no recente embate no Dragão por se encontrar lesionado.

Outras curiosidades sobre a formação rubro-negra da altura será a presença, por exemplo, de dois jogadores africanos que acabaram por não ficar em Olhão. Um deles, o extremo camaronês ATEBA, que pensávamos estar “desparecido” no panorama futebolístico e que através deste artigo chegou-nos a informação que prosseguiu a sua carreira no futebol FRANCÊS, e outro, o defesa senegalês TAMBA, que surgiu recentemente como reforço do clube indiano CHURCHIL BROTHERS ao lado de Sunil Chhetri, do Sporting B. Quem também está a caminho do campeonato desse país, por empréstimo do Blackburn Rovers, é EDINHO JUNIOR, com destino ao Shillong Lajong.

Os anos passaram, na altura Olhanense e Málaga estavam no segundo escalão dos respectivos países, agora estão no campeonato principal, e apesar do poderio económico não ser sequer comparável, o Olhanense pode “vangloriar-se” de ter conseguido um resultado melhor em casa do FC Porto.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.