OLHANENSE, 1 – BENFICA, 2

Jorge Jesus e Sérgio Conceição fizeram alinhar “onzes” com algumas alterações e experiências diferentes das suas equipas habituais no campeonato. Depois de uma primeira parte equilibrada mas pouco emotiva, em que o Olhanense esteve bem e até podeir ater marcado (tal como o adversário), a nossa equipa inaugurou o marcardor praticamente no reatamento num lance em que Evandro Brandão aproveitou uma falha do guardião encarnado.

Os adeptos rubro-negros pensaram que a sua equipa poderia voltar a vencer o Benfica (algo que não acontece desde há várias décadas, ainda nos tempos do Padinha), mas os forasteiros fizeram entrar alguns dos seus jogadores mais influentes e deram a volta ao marcador.

Aos 69 minutos Rodrigo empatou e, quando já se esperava que assim terminasse a partida (apesar do ascendente encarnado sobre a baliza de Ricardo), surgiu o segundo golo benfiquista, marcado por Lima, a poucos minutos do final, num lance em que ficam algumas dúvidas se não estaria em posição de fora de jogo.

FICHA DO JOGO:
Estádio José Arcanjo, em Olhão
Àrbitro: Paulo Baptista (AF Portalegre)
Assistência: 3.213 espectadores

OLHANENSE: Ricardo; Nuno Reis, Fernando Alexandre, André Micael e Vítor Vinha; Nuno Piloto e Rui Sampaio; David Silva, Jander (Rui Duarte, 57′) e Babanco (Targino, 71′); Evandro Brandão (Fernandez, 85′);
Treinador: Sérgio Conceição
Suplentes: Bracalli (GR) e D’Onofrio
Amarelos: Jander (17′), Evandro Brandão (62′) e Fernando Alexandre, (84′)

BENFICA: Paulo Lopes; André Almeida, Sidnei, Jardel e Luisinho; André Gomes (Lima, 54′); Bruno César (Salvio, 54′), Enzo Perez e Nolito (Ola John, 74′); Gaitan e Rodrigo;
Treinador: Jorge Jesus
Suplentes: Mika (GR), Luis Martins, João Cancelo e Fábio Cardoso
Amarelos: Sidnei (16′), André Almeida (23′), André Gomes (52′), Rodrigo (75′), Enzo Perez (84′) e Gaitan (90’+03′)

GOLOS:
1-0 por Evandro Brandão (48′)
1-1 por Rodrigo (70′)
1-2 por Lima (87′)

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.