DIRECÇÃO CULPA CONSELHO FISCAL PELO PASSIVO

Eduardo Cruz, presidente demissionário do Conselho Fiscal do nosso clube, concedeu uma entrevista ao jornal “A Bola” (que reproduzimos ao lado com a devida vénia), onde fala de uma «violação da lei e dos estatutos» como motivo da sua decisão.

O diário desportivo publica também, na íntegra, o COMUNICADO da direcção, onde se pode ler que «o departamento futebol profissional do SCO não apresenta prejuízo e serve de sustentáculo a todas as despesas do Clube incluindo, aquelas oriundas da derrapagem das obras do Estádio José Arcanjo que, inicialmente foram orçamentadas em €: 1.200.000,00 pela Comissão de Obras liderada e coordenada pelo Exmo. Sr. Eduardo Cruz e que terminaram com um custo real de €: 2.500.000,00. O SCO deve a sua debilidade financeira à derrapagem das obras do Estádio José Arcanjo conciliadas no valor de €: 1.300.000,00».

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.