OLHANENSE, 2 – MOREIRENSE, 2

O regresso ao renovado “tapete” do José Arcanjo não foi vitorioso

O Olhanense desiludiu no regresso a “casa”, num jogo em que até começou por dominar, mas também por consentir o primeiro golo ao adversário praticamente sua na primeira jogada de perigo junto da nossa baliza.

A desvantagem durou pouco tempo, com o árbitro a assinalar uma grande penalidade a nosso favor, por mão na bola, e bastante contestada pelos forasteiros. Rui Duarte, como habitualmente, esteve encarregado da marcação e converteu em golo.

Logo no início da etapa complementar o Moreirense voltou a colocar-se na dianteira do marcador, deixando a nu a inoperância defensiva da nossa equipa.

A cinco minutos do final conseguimos o mal menor, mas novamente apenas de grande penalidade (desta vez evidente e nada polémica), e Rui Duarte bisou. Num jogo em que estivemos duas vezes em desvantagem, frente a um rival directo na luta pela manutenção, e dada a qualidade da nossa exibição, o resultado até acaba por ser positivo.

Rui Duarte converteu as duas grandes penalidades a nosso favor

FICHA DO JOGO:
Estádio José Arcanjo, em Olhão
Árbitro: Manuel Oliveira (AF Porto)
Assistência: 1.467 espectadores

OLHANENSE: Ricardo; Vasco Fernandes (David Silva, 65′), Maurício, Nuno Reis e Babanco; Jander (Evandro Brandão, 74′) e Fernando Alexandre; Targino, Rui Duarte e Abdi; Yontcha (Djaniny, 65′);
Treinador: Sérgio Conceição
Suplentes Não Utilizados: Bracalli (GR), André Micael, Rui Sampaio e Nuno Piloto
Amarelos: Targino (69′) e Rui Duarte (90’+04′)

MOREIRENSE: Ricardo Ribeiro; Ricardo Pessoa, Anilton Junior (Diego Gaúcho, 59′), Ricardo Fernandes e Augusto; Vinicius e Fábio Espinho; Filipe Gonçalves, Renatinho (Júlio César, 70′) e Ghilas; Pablo Olivera (Wagner, 68′);
Treinador: Jorge Casquilha
Suplentes Não Utilizados: Ricardo Andrade (GR), Paulinho, Nilson Junior e Rafael Lopes
Amarelos: Filipe Gonçalves (26′), Anílton Junior (38′), Wagner (73′) e Diego Gaúcho (85′)

GOLOS:
0-1 por Pablo Olivera (35′)
1-1 por Rui Duarte (38′) de G.P.
1-2 por Ghilas (56′)
2-3 por Rui Duarte (85′) de G.P.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.