DAVID SILVA QUER MANTER INVENCIBILIDADE

Em entrevista ao jornal “Record”, o autor do golo do empate em Coimbra refere que ajudou «a equipa e isso, para mim, foi o mais importante. Fiquei feliz com o golo, claro, e vivi boas sensações, mas essa alegria só faz sentido por termos conquistado um ponto».

O médio ala esquerdo teve uma ligação ao próximo adversário no início da sua carreiracomo sénior, e também falou sobre isso ao diário desportivo: «Representei a equipa B (2005/06), mas depois o projeto acabou e fui cedido, por duas épocas, ao Tourizense, antes de iniciar um percurso pelo estrangeiro (Bulgária, Espanha e Escócia). Recordações do Dragão? Não são muitas, nunca representei a equipa principal, e desses tempos só por lá resta o Helton.»

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.