FEIRENSE, 1 – OLHANENSE, 1

Clique na imagem para ver o resumo dos principais lances da partida (Sport-TV)

A formação rubro-negra conseguiu pontuar, in extremis, na deslocação a Santa Maria da Feira, no recinto onde, recorde-se, fomos eliminados da Taça de Portugal.

Estivemos a perder durante cerca de uma hora de jogo, com um golo apontado por Diogo Cunha, atleta que representou o nosso clube durante meia temporada passando algo despercebido.

O Olhanense teve várias oportunidades para marcar, mas os nossos avançados revelaram-se, mais uma vez, bastante perdulários, e só conseguimos empatar já no período de descontos, por André Pinto, na sequência de um livre em que a bola foi “bombeada” para a área adversária.

O técnico do Feirense queixou-se da arbitragem, mas a ser verdade que foram prejudicados, convirá não esquecer o que se passou no jogo da primeira volta…

FICHA DO JOGO:
Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira
Árbitro: Artur Soares Dias (AF Porto)
Assitência: 1.163 espectadores

FEIRENSE: Paulo Lopes; Pedro Queirós, Luciano, Varela e Hélder Castro (Thiago, 66′); Sténio (Siaka Bamba, 76′), Diogo Cunha e Serginho (Mika, 52′); Ludovic, Buval e Miguel Pedro;
Suplentes não utilizados: Douglas (GR), Cris, Vanderson e Jonhathan
Treinador: Quim Machado
Amarelos: Ludovic (13′), Mika (61′), Thiago (82′) e Diogo Cunha (90’+02′)

OLHANENSE: Fabiano Freitas; Mexer, Maurício, André Pinto e Jander (Wilson Eduardo, 45′); Cauê (Regula, 78′) e Fernando Alexandre; Salvador Agra, Rui Duarte e Ismaily; Yontcha (Dady, 64′);
Suplentes não utilizados: Bruno Veríssimo (GR), Djalmir, Vasco Fernandes e Toy
Treinador: Jorge Rosário
Amarelos: Rui Duarte (14′), Fernando Alexandre (29′), Yontcha (58′), André Pinto (74′) e Ismaily (87′)

GOLOS:
1-0 por Diogo Cunha (30′)
1-1 por André Pinto (90′ + 03′)

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.