OLHANENSE, 0 – SPORTING, 0

Rui Patrício garantiu o nulo (Foto: http://www.ojogo.pt)

Na noite em que o José Arcanjo registou a melhor assistência da temporada, o Olhanense deu uma boa imagem do seu futebol, e só não conseguiu vencer um dos candidatos ao título por manifesta falta de pontaria e capacidade de concretização.

A equipa de Sérgio Conceição, que no final da partida considerou que o Olhanense perdeu dois pontos, dispôs das melhores ocasiões de golo da partida, e só Cauê (na primeira metade) e Wilson Eduardo (na etapa complementar) tiveram, cada qual, um par de oportunidades flagrantes para marcar.

FICHA DO JOGO:
Estádio José Arcanjo, em Olhão
Àrbitro: Vasco Santos (AF Porto)
Assistência: 4.066 espectadores

OLHANENSE: Fabiano; Mexer, Maurício, André Pinto e Ismaily; Cauê (Vasco Fernandes, 89′) e Fernando Alexandre; Wilson Eduardo (Toy, 80′), Rui Duarte e Salvador Agra (Dady, 84′) e Yontcha;
Treinador Sérgio Conceição.
Amarelos: Ismaily (11′), Yontcha (52′) e Salvador Agra (76′)

SPORTING: Rui Patrício; João Pereira, Polga, Onyewu e Insúa; Renato Neto (André Martins, 64′) e Carriço; Capel, Matías Fernández (André Santos, 75′) e Carrillo; Jeffren (Diego Rubio, 64′);
Treinador Domingos Paciência
Amarelos: João Pereira (74′), Carrillo (90′) e Diego Rubio (90′)

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.