MARÍTIMO, 2 – OLHANENSE, 1

A formação rubro-negra entrou em 2012 da pior maneira, com uma derrota na Madeira. A equipa local marcou os seus dois golos ainda na primeira metade e o Olhanense reduziu praticamente em cima do intervalo, de grande penalidade (convertida por Rui Duarte).

Na etapa complementar Sérgio Conceição fez várias alterações, fazendo entrar três unidades atacantes (Toy, Djalmir e Dady), que não foram suficientes para chegar ao empate.

Um resumo dos principais lances da partida pode ser consultada na página de vídeos do SAPO. No final da partida Sérgio Conceição declarou, segundo o MAIS FUTEBOL, que o Marítimo «não teve assim tanto domínio e oportunidades para marcar, nem penso que tenha feito uma grande exibição. Tivemos erros que, em alta competição, se pagam caro. Estou triste pela primeira parte. Mas na segunda, equilibrámos. Temos de continuar a trabalhar, pois não é numa semana que se muda tudo».

FICHA DO JOGO:
Estádio dos Barreiros, no Funchal
Àrbitro: Rui Silva (AF Vila Real)
Assistência: 3.383 espectadores

MARÍTIMO: Peçanha; Briguel, João Guilherme, Robson e Luís Olim; Roberto Sousa, Rafael Miranda e Benachour (Olberdam, 67′); Danilo Dias (Heldon, 72′), Sami (Igor Rossi, 87′) e Baba;
Treinador: Pedro Martins
Suplentes Não Utilizados: Salin (GR), Pouga, João Luíz e Fábio Felício
Amarelos: Roberto Sousa (45′), Rafael Miranda (75′), Birguel (81′) e Sami (82′)

OLHANENSE: Fabiano Freitas; Mexer, Mauricio, André Pinto e Ismaily; Cauê e Rui Duarte; Salvador Agra (Dady, 83′), Mateus (Toy, 34′) e Wilson Eduardo; Yontcha (Djalmir, 67′);
Treinador: Sérgio Conceição
Suplentes Não Utilizados: Bruno Veríssimo (GR), Regula, Ivanildo e Victor Meza
Amarelos: Maurício (48′) e Rui Duarte (74′)

GOLOS:
1-0 por Benachour (18′)
2-0 por Danilo Dias (32′)
2-1 por Rui Duarte (45′), de G.P.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.